Search
  • Daiana Santos

Racismo e violência na Câmara Municipal contra vereadoras negras



Nesta quarta-feira (20), bolsonaristas convocados por vereadores da base do prefeito Melo estiveram na Câmara Municipal para protestar pela manutenção do veto ao passaporte vacinal, medida que o legislativo municipal aprovou. No entanto, de forma lamentável, os apoiadores de movimentos da extrema-direita destilaram ódio e promoveram atos racistas dentro do plenário contra as vereadoras da bancada negra.


As vereadoras Daiana Santos (PCdoB), Bruna Rodrigues (PCdoB) e Laura Sito (PT) foram chamadas de ‘empregadas domésticas’ e ‘lixo’. Em outro momento, o vereador Cláudio Janta (Solidariedade) foi agredido e teve o seu dedo mordido por um meliante bolsonarista. A segurança da casa, que é conhecida por agir de maneira rápida, como no caso das plenárias das privatizações da Carris e greve dos professores, demorou para agir e expulsar os marginais das galerias do plenário.


É inadmissível que a Câmara Municipal de Porto Alegre autorize a entrada de agressores que cometem atos racistas e antissemitas. Amanhã, às 11h30min, a bancada antirracista estará na Delegacia de Combate à Intolerância para registrar um boletim de ocorrência contra esses agressores e pedir que medidas sejam tomadas.


Endereço:

Data e horário: 21/10 - 11h30min.

Local: Av. Pres. Franklin Roosevelt, 981 - São Geraldo, Porto Alegre - RS, 90230-002